Multiplicadores Internos / Facilitadores da Aprendizagem

Apresentação

O papel do Instrutor em um grupo ao qual se propõe um programa de capacitação se caracteriza principalmente por ser o papel de animador do grupo. Escolhas cuidadosas, sistematicamente construídas com técnica e dedicação, são essenciais para o sucesso do trabalho.
Primordial é lembrar que animar um grupo não é fazer rir, com anedotas e piadas, se abraçar, chorar, se distrair com falas sem conteúdo, que findos os aplausos, não deixam lembranças além de se saber que o tempo passou sem que as pessoas se apercebessem disso. Animar um grupo é dar a ele elementos de motivação, de empenho, de reflexão, em que cada pessoa seja levada a querer participar, a aprender novos conteúdos, fazer em si mesma mudanças que realmente signifiquem a aquisição do novo, do que as faz crescerem e se desenvolverem.
Quanto maior for o número dos saberes adquiridos, maior será a garantia de sucesso e alcance dos objetivos da capacitação, com melhores probabilidades de que os conteúdos sejam apreendidos, aprendidos e fixados, pois a própria ciência da pedagogia, mais especificamente da andragogia e da heutagogia, no caso da capacitação de adultos, nos mostra que a motivação é fator primordial para o aprendizado de forma ampla e realmente modificadora do indivíduo.

Carga horária: 40h

Público de interesse
Profissionais de todas as áreas, cujas atribuições incluam ou possam vir a incluir a necessidade hoje essencial a todos os escalões, de transmitir adequadamente conhecimentos e informações, multiplicando o conhecimento ao mesmo tempo em que, apropriando-se dessa nova habilidade, se preparam para assumir novos postos e desafios.

Conteúdo programático

• O que é hoje o processo ensino – aprendizagem.
• A importância de diferentes caminhos na formação de adultos.
• Comunicação Construtiva no Ambiente Instrucional. Como comunicar eficazmente, o caminho para o feedback de sucesso, harmonizando conceitos e posturas.
• Construção da Produtividade na Relação Pedagógica.
• As melhores técnicas para desenvolvimento de um ambiente produtivo, em que todos sejam parceiros na construção do conhecimento.
• O Professor ou Instrutor não é o dono do processo – ele constrói e estimula o desenvolvimento de todos os participantes.
• Múltiplas Inteligências, Competências e as Competências Específicas do Instrutor.
• Gardner, Celso Antunes, e conhecimentos sobre a aprendizagem utilizando todos os tipos de inteligências – como estimular cada uma delas.
• Educação, Pedagogia, Andragogia e Heutagogia.
• O que são, quando são aplicadas.
• Processo de Ensino-Aprendizagem.
• Planejamento, Construção do Material, como preparar slides, apostilas, outros materiais didáticos.
• Dinâmicas e filmes – quando e como utilizar.
• Micro-Aulas.
• As micro-aulas são conduzidas sob orientação do instrutor, familiarizando os participantes para a atividade de conduzir grupos, transmitindo conhecimento de maneira bem-sucedida e inteligente, favorecendo o ambiente de mútuo apoio e construção do conhecimento.

É fornecido material apostilado e extensa bibliografia de consulta.

 

Compartilhe esse curso