Inteligência Emocional nas Organizações

Apresentação

Apreender o preciso significado da expressão Inteligência Emocional e conhecer ferramentas e técnicas para seu emprego é hoje requisito para condução eficaz do trabalho, ocupe ou não o profissional servidor uma posição de liderança.

Esse conjunto de informações e técnicas promotoras do crescimento individual se reflete no coletivo como importante coadjuvante para o sucesso dos processos de trabalho.

São essas as informações, técnicas e ferramentas disponibilizadas no curso aqui proposto.

Carga horária:  16h – podendo ser estendido para 20h se necessário na visão da organização contratante.

Público de interesse

Profissionais de todas as áreas interessados no conhecimento e desenvolvimento da competência Inteligência Emocional, requisito hoje essencial para o desempenho satisfatório em todos os setores da vida, mas principalmente no cenário organizacional.

Conteúdo Programático

• Inteligência Emocional – o que é como se constitui.
• O caminho fisiológico das emoções entre percepção e reação.
• Inteligência Emocional é um presente dado pela natureza, a partir do desenvolvimento do néo-córtex.
• O homem primitivo só decidia entre fuga ou ataque.
• O homem racional e dotado de uma Inteligência Emocional desenvolvida tem recursos de impressionante eficácia para escolher entre rumos de ação e reação.
• Inteligência Intrapessoal.
• Inteligência Interpessoal.
• Como se influenciam e interferem as inteligências intra e interpessoal.
• Autoconsciência, base para o autogerenciamento.
• Gerenciamento das emoções – suas e se necessário, dos outros.
• Automotivação – a motivação é sempre intrínseca (acontece no interior do indivíduo).
• Empatia e os benefícios para o sucesso nos relacionamentos no trabalho e na vida pessoal.
• Gerenciamento dos relacionamentos apoiado pela Inteligência Emocional.
• A importância da autenticidade, porém sempre lembrando das possibilidades, limites, características do outro.
• O que é e como se dá, ou não, a coerência entre emoção, linguagem e corporalidade.
• A Aprendizagem Observacional: o que é, como se dá e qual sua importância no desenvolvimento social do indivíduo e na construção do ambiente nas “organizações aprendentes”.

Referências bibliográficas:

É indicada extensa bibliografia de consulta para aprofundamento dos temas abordados.

 

Compartilhe esse curso